Receita libera consulta ao último lote do IR 2013; pagamento será dividido

Dezembro 16, 2013

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (16) a consulta ao sétimo e último lote de restituições do Imposto de Renda de 2013. A consulta inclui também lotes residuais dos anos de 2012, 2011, 2010, 2009 e 2008.

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte pode acessar o site da Receita Federal ou ligar para o Receitafone, no número 146.

Parte dos contribuintes (467.825 pessoas) terá o dinheiro depositado ainda hoje. A maioria –mais de 1,7 milhão de pessoas– vai ter que esperar até dia 20, sexta-feira, para receber o dinheiro.

O dinheiro será depositado na agência indicada pelo contribuinte ao fazer a declaração. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet.

A divisão do pagamento da restituição em duas datas foi divulgada pela Receita na quinta-feira (12), após ter adiado a liberação da consulta ao lote, inicialmente prevista para dia 9. Normalmente, a consulta é liberada uma semana antes do depósito do dinheiro, que desde abril estava marcado para a próxima segunda-feira (16).

A Receita não informou qual a causa dos atrasos, e disse que o pagamento da restituição em duas datas “permitiu contemplar o maior número possível de restituições, incluindo aqueles contribuintes que foram liberados da malha durante o mês de dezembro”.

LEIA+/FONTE

0

Receita libera consulta ao quinto lote do Imposto de Renda

Outubro 8, 2013

A Receita Federal liberou nesta terça-feira (8) a consulta ao quinto lote de restituições do Imposto de Renda de 2013 (ano-calendário 2012). Será liberada, também, a consulta a lotes residuais dos anos de 2012, 2011, 2010, 2009 e 2008.

Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte pode acessar o site da Receita Federal ou ligar para o Receitafone, no número 146.

Serão creditadas restituições para 1.497.611 contribuintes, totalizando o valor de R$ 1,5 bilhão.

O dinheiro será depositado no próximo dia 15 na agência indicada pelo contribuinte ao fazer a declaração.

O valor é corrigido pela Selic (taxa básica de juros), mas, após cair na conta, não recebe nenhuma atualização.

LEIA+/FONTE

0

Começa a valer o piso salarial de R$ 755 para domésticas

Agosto 27, 2013

O piso salarial para empregados domésticos passa a ser de R$ 755 a partir do dia 26 de agosto. Já para o empregado que morar no emprego, o mínimo sobre para R$ 1.200.

Segundo o acordo coletivo assinado em julho pelo Sindicato dos Empregadores Domésticos do Estado de São Paulo e pela Federação das Empregadas e Trabalhadores Domésticos do Estados de São Paulo, o piso salarial para empregados domésticos passa a ser de R$ 755 a partir do dia 26 de agosto. Já para o empregado que morar no emprego, o mínimo sobre para R$ 1.200.

O valor estabelecido vale para pessoas que prestam serviços na residência a partir de três dias por semana. Menos que esse número, serão consideradas diaristas.

A medida não vale apenas para a capital paulista, mas também para os municípios de Arujá, Barueri, Biritiba-Mirim, Carapicuíba, Cotia, Embu, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Itapecerica da Serra, Itapevi, Jandira, Juquitiba, Mogi das Cruzes, Mairiporã, Osasco, Poá, Salesópolis, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Suzano, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.

Em relação aos outros profissionais do setor, o salário para quem morar no local de trabalho, varia de R$ 1.600 a R$ 5.000, de acordo com a função:

Babá (1 criança) – R$ 1.600
Babá (2 crianças ou mais) – R$ 2 mil
Copeira – R$ 2 mil
Cozinheira forno e fogão – R$ 2 mil
Cuidador de idosos (com curso) – R$ 2.300
Motorista – R$ 2.500
Governanta – R$ 5.000

Fonte: Infomoney

LEIA+/FONTE

0